Bitcoin pode bater em breve um novo recorde negativo

Na breve história de 10 anos do Bitcoin, que é a atual maior criptomoeda do mundo em market cap e volume de transações diárias, vários marcos foram atingidos, como a maior alta de todos os tempos (mais de U$ 19 mil por BTC), e também a vasta quantidade de “mortes” definidas por críticos.

A bola da vez é analisar o novo recorde, que é o maior tempo de baixa do mercado e é provável que seja atingido em breve, isso se os preços continuarem na cotação atual.

No momento atual, que ainda é considerado de um mercado bear (mercado em baixa de preços) desde janeiro de 2018, o Bitcoin se aproxima da marca de 410 dias em queda e já pode inclusive superar o marco no começo de fevereiro.

No Twitter um usuário disse que no próximo dia 02 de fevereiro a marca será atingida, ou seja, já na próxima semana.

Apesar de tudo que o mercado anda acompanhando de ruim em relação aos preços de exchanges, rumores apontam que a Rússia pode entrar forte em fevereiro nas criptomoedas, e a Bakkt já está contratando para iniciar o seu funcionamento.

Se o mercado se reverter com as tendências de alta e se superar ante o fato do próximo Halving de 2020, quem está comprado no Bitcoin poderá dizer que sobreviveu ao maior período de baixa da história.

A recente maré vermelha também atingiu as altcoins, e muitos projetos relacionados a criptomoedas morreram no mercado em baixa, como a equipe da Ethereum Classic, ETCDev.

Via: Livecoins

Postar um comentário

0 Comentários

Por favor, desabilite seus bloqueadores de blocos de anúncios e scripts para visualizar esta página